Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Mais de 40 mil alunos da rede municipal voltam às aulas
Início do conteúdo da página

Mais de 40 mil alunos da rede municipal voltam às aulas

  • Publicado: Segunda, 04 de Fevereiro de 2019, 16h28
  • Acessos: 111

MAIS DE 40 MIL ALUNOS DA REDE MUNICIPAL VOLTAM ÀS AULAS

VoltaAulas2019

Ano letivo inicia para estudantes de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos; há vagas para novas matrículas e transferências
 

Nesta segunda-feira (4), os alunos da Rede Municipal iniciam o ano letivo de 2019. Até o momento, estão matriculados 40.235 alunos, nas modalidades de Educação Infantil e Séries Iniciais do Ensino Fundamental. São 4.160 estudantes cadastrados nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), 4.710 nos Centro de Educação Infantil (CEIs) filantrópicos e 31.365 nas escolas municipais.

Atualmente, o município conta com 87 unidades de Ensino Fundamental, 33 CMEIs, além de 54 CEIs conveniados, que atendem crianças do berçário até o P4. A rede municipal conta ainda com, aproximadamente, 4.750 professores ativos.
 

Novas matrículas e transferências - A Secretaria Municipal de Educação conta, até o momento, com 600 vagas disponíveis para os CMEIs – os quais atendem crianças de 0 a 3 anos, P4 e P5 -, e outras 750 vagas nos CEIS, que atendem do berçário ao P4. Também há 4.500 vagas para Ensino Fundamental, do 1º ao 5º, distribuídas nas diversas unidades da rede.

Os pais que desejam matricular os filhos devem comparecer diretamente na escola de interesse, no caso de matrículas ou transferências em turmas do P4 ao 5º ano. Para as vagas de Educação Infantil, é necessário fazer um cadastro prévio na Central de Vagas, que fica na Rua Benjamin Constant, 800. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h30. Informações sobre a documentação necessária, entre outras dúvidas, podem ser obtidas no 3375-0235.
 
EJA - A Educação de Jovens e Adultos - Fase I também está recebendo novos cadastros. Podem se matricular jovens acima de 15 anos, adultos e idosos interessados em concluir a alfabetização do nível fundamental – Fase I, que é do 1º ao 5º ano. O início das aulas também inicia na segunda-feira (4) e as matrículas devem ser feitas diretamente nas 41 unidades que oferecem as aulas, distribuídas em todas as regiões da cidade, da zona rural e urbana.
Estão matriculadas 335 pessoas na EJA, até o momento. Uma novidade deste ano é que mais duas unidades passaram a oferecer a modalidade pela manhã: o CEEBJA Herbert de Souza, localizado na Vila Nova, e o Centro de Convivência da Pessoa Idosa (CCI) da região norte. Também atende, no período matutino, a Escola Municipal Maria Carmelita Vilela Magalhães, no Jardim Mazzei. O horário das aulas é das 9 às 12 horas.
Outras cinco unidades oferecem a EJA no período vespertino, das 14 às 17 horas, e mais 39 no noturno, das 19 às 22 horas. Este ano, mais uma escola (Professora Tereza Canhadas Bertan, localizada no Jardim União da Vitoria II) passa a ter turmas de EJA à noite.
Os alunos matriculados no Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Urbano) iniciaram as aulas no dia 12 de janeiro. Neste caso, não há mais vagas disponíveis. O ProJovem Urbano é voltado para pessoas com idade entre 18 e 29 anos, que queiram concluir a escolaridade no Ensino Fundamental (6º ao 9º ano). O programa do Ministério da Educação é executado em Londrina em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.
 

Docentes - Durante toda a sexta-feira (1), os professores participam de atividades para organizar a logística do início do ano letivo, nos horários e locais de trabalho de cada professor. Nos encontros são abordados a dinâmica da distribuição das turmas e as regras gerais de cada unidade escolar, além dos horários das turmas e um planejamento inicial do ano.

registrado em:
Fim do conteúdo da página